O Minho pode vir a ter o primeiro jardim zoológico da região. Para o  presidente da Câmara de Amares, o projeto, ainda numa fase embrionária, poderá avançar já no ano de 2020 com a construção de um espaço zoológico junto ao canil que brevemente será também construído.

De acordo com Manuel Moreira, “há um espaço de quatro hectares” onde será construído o novo centro de recolha de animais. O autarca refere que o espaço é “uma zona enorme de floresta, muito bonita” e que já existe uma proposta de uma empresa para lá instalar um zoológico.

“Já temos uma proposta de uma empresa com ideias que nos parecem muito interessantes. Estamos a pensar abraçar este desafio até ao fim do ano de 2020”, confidencia o edil de Amares.

No entanto, o autarca explica que “não será um projeto da mesma envergadura do zoo da Maia”, mas “será um projeto interessante até pela vertente pedagógica”.

O projeto do novo Centro de Recolha Oficial para Animais de Companhia, vulgo “canil” foi apresentado esta terça-feira pela autarquia, revelando a mesma que o espaço ficará situado na freguesia de Dornelas.

Este projeto está orçamentado em cerca de 95 mil euros, com cerca de metade do valor a ser suportado por fundos estatais.

De acordo com o edil, o novo espaço terá lugar para 26 boxes de animais.