O número de jovens infetados pelo coronavírus multiplicou-se por cinco, no último mês, sobretudo na faixa etária entre os 20 e os 29 anos.

A tendência tem sido de crescimento, mas já começa a abrandar, por exemplo, nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Algarve, onde a subida foi mais rápida. O pico poderá ser atingido nas próximas semanas.

Apesar das previsões, os especialistas acreditam que a situação não será tão grave quanto as anteriores, nem o Serviço Nacional de Saúde será ameaçado.

A vacinação permitirá que o número de novos infetados diminua ainda em agosto, quando mais de metade da população nacional estiver totalmente imunizada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here