Jogador espanhol falece aos 35 anos.

José Antonio Reyes, ex-jogador do Benfica, faleceu este sábado na sequência de um acidente de viação, que ocorreu no percurso entre Sevilha e Utrera. O avançado espanhol de 35 anos, que representou os encarnados na temporada 2008/09, estava atualmente ao serviço do Extremadura UD. 

“Não poderíamos dar uma notícia pior. Faleceu num acidente de automóvel o nosso querido José Antonio Reyes. Que descanse em paz”, escreveu o Sevilla, clube no qual o avançado espanhol fez a formação e que representou recentemente, nas redes sociais. 

O espanhol que deixou saudades na Luz 

Reyes jogou apenas uma temporada no Benfica, mas conquistou grande parte dos adeptos encarnados. Orientado pelo compatriota Quique Flores, o avançado espanhol marcou seis golos em 35 partidas disputadas com a camisola das águias. Reyes conquistou ainda a Taça da Liga ao serviço do Benfica. 

O brilho em Inglaterra e os títulos em Madrid 

Antes de chegar à Luz, Reyes brilhou nos ingleses do Arsenal. O avançado espanhol esteve três temporadas em Londres e no início da quarta época foi emprestado ao Real Madrid, equipa na qual contabilizou sete golos em 38 jogos. Em 2007 transferiu-se, a título definitivo, para o rival…. Atlético de Madrid. 

Depois de uma época no clube dos colchoneros, Reyes foi emprestado ao Benfica. Regressou no verão de 2009 e agarrou um lugar na formação de Madrid. Mais tarde, em 2012, mudou-se para o Sevilla, equipa na qual conquistou três troféus da Liga Europa. 

Passagem pela China e o regresso a Espanha 

Numa carreira tão variada e vasta, Reyes passou ainda um período no futebol chinês. Em 2018, o antigo internacional espanhol representou o Xinjiang Tianshan Leopard. Apontou quatro golos em 14 jogos e regressou a Espanha no verão do mesmo ano para assinar pelo Extremadura UD, equipa que milita no segundo escalão do futebol espanhol. 

Feitas as contas a uma longa e memorável carreira, Reyes soma um total de 104 golos em 706 jogos disputados. Estes são números expressivos e que espelham a (boa) carreira de Reyes. 

Reações à morte de Reyes

Alguns dos clubes que o extremo representou ao longo da sua carreira já reagiram nas redes sociais. O Sevilla foi o primeiro a fazê-lo, mas o Extremadura UD, clube do qual estava ao serviço, também já veio lamentar a morte de Reyes no seu Twitter. 

Carro de Reyes seguia a 237 km/h quando pneu rebentou

O jornal espanhol Mundo Deportivo revela, este domingo, novos detalhes do acidente que culminou na morte de José Antonio Reyes, antigo jogador do Benfica, e das duas pessoas que seguiam no mesmo carro.

A publicação cita o relatório redigido pela Guardia Civil, no qual consta que o Mercedes Brabus S550, de 380 cavalos de potência, onde ia o espanhol seguia a uma velocidade estimada de 237 km/h.

Foi então que um dos pneus rebentou, o que levou a que o carro saísse a alta velocidade do quilómetro 18 da auto-estrada A-376, que faz a ligação a Utrera – terra natal do falecido futebolista – por volta das 11h40 de sábado.

O veículo ainda andou cerca de 200 metros, quando chocou contra separadores de obras e se incendiou, o que acabaria por vitimar Reyes e os dois primos que seguiam com ele.

A última imagem de Reyes antes do trágico acidente que o vitimou.