Não somos nós que dizemos para beber apenas esta quantidade de cafés, mas sim a ciência.

De acordo com um estudo publicado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA e da Universidade Northwestern, EUA, o consumo de café é um excelente aliado para o aumento da esperança de vida. E ao que parece, quanto mais bebe, melhor.

498.134: Este foi o número de britânicos que se registaram voluntariamente no banco de dados de genética do Reino Unido. Durante 10 anos, todas as mortes destes voluntários foram associadas aos seus hábitos.

Cruzamento de dados: Durante este período de tempo, morreram mais pessoas que não bebiam café do que o contrário.

Café e mais café: Quanto mais café era ingerido, menor era a probabilidade de morrer de causas naturais. De acordo com o estudo, o número ideal de cafés por dia estabeleceu-se em oito cafés diários.

Em termos gerais: Os apreciadores de café apresentavam menos 10-15% de probabilidades de morrer do que as pessoas que não bebiam. E isto não está relacionado com a cafeína, pois quem bebia a versão descafeínada também aumentou a esperança de vida. 


Nota: Apesar do resultado conclusivo deste estudo, convém falar sempre com o seu médio relativamente ao seu estado de saúde, pois nalguns casos o consumo excessivo de cafeína pode ser prejudicial à saúde (insónias, azia, elevados níveis de cortisol, stress…).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here