O arcebispo de Braga estará presente no ato institucional de celebração dos 800 anos de história da Catedral de Mondonhedo, em Lugo, Galiza, marcado para o próximo dia 19 de outubro, anunciou a diocese espanhola.

Dom Jorge Ortiga, que ostenta o título hierárquico na igreja católica de Primaz das Espanhas, por Braga ser a diocese mais antiga da Península Ibérica, marca presença num local fortemente influenciado por bracarenses que, face à invasão islâmica, se refugiaram nesta região durante o século VI.

O líder da igreja católica de Braga divide as honras eclesiais com os bispos da Galiza a partir das 11:30, dentro da catedral, onde decorrerá uma missa com a presença de autoridades militares e civis.

O bispo Martim I e a construção da Catedral de Mondonhedo, uma das duas sedes episcopais de Mondonhedo-Ferrol, é motivo para um ciclo de conferências com debate e exposição itinerante em diversos pontos da diocese.

Para assinalar a data, foi tido como referência o início do pontificado do bispo Martim I, em 1219. É tido como o maior impulsionador da sua construção, tendo-a consagrado em 1246.

Monumento de Interesse Nacional desde maio de 1902, foi elevada à condição de Basílica pelo Papa João XXIII em março de 1959. Dez anos depois, foi inaugurado no seu interior um museu catedralício e diocesano apelidado “Santos San Cristóbal”, dedicado à arte religiosa.

Em 2015, foi aprovada como bem individual do Caminho de Santiago pela UNESCO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here