Papa Francisco eleva São Torcato (Guimarães) a Basílica

A igreja do santuário de São Torcato, em Guimarães, foi elevada a Basílica em setembro, anunciou este domingo o arcebispo de Braga, durante uma homilia.

O Papa Francisco elevou à categoria de Basílica o Santuário de São Torcato. A declaração do Vaticano é datada do passado dia 29 de Setembro e foi anunciada, este domingo, pelo Arcebispo de Braga durante a eucaristia dominical realizada naquele templo.  

“A elevação a Basílica é um privilégio, é uma honra porque o título de Basílica é apenas concedido às igrejas que mostram uma singularidade por alguma razão, normalmente pela sua dimensão, pela sua história e devoção”, observou Dom Jorge Ortiga, sublinhando que a distinção também representa uma responsabilidade: “Com a atribuição do título de Basílica há uma ligação de maior proximidade com o Santo Padre, tem de haver também um compromisso de um trabalho persistente e quotidiano”. “É um espaço onde se vive a unidade com o Papa, esta comunhão permanente e contínua”, continuou o Arcebispo de Braga, ao referir as grandes preocupações do Santo Padre com a evangelização e a renovação da Igreja”. “Esta Basílica deve ser um apelo permanente à renovação da vida dos cristãos e da Igreja, uma aposta em colocar o Evangelho no coração da sociedade”, apelou, manifestando o desejo que aquele espaço “deveria ser uma certeza de que as pessoas que por ali passam são ‘procuradoras de Deus’, pessoas que querem chegar a contacto íntimo e pessoal com Jesus Cristo, procurando fazer com que outros que, porventura andam afastados da Igreja, também queiram procurar o próprio Deus”. “Esta Basílica representa a presença de Deus no meio dos homens”, frisou D. Jorge Ortiga.

No final da eucaristia, o Juiz da Irmandade de São Torcato realçou a importância desta distinção “histórica”, recordando que a Instituição religiosa “tem a sua origem na fé e na devoção inabalável em São Torcato que materializa uma tradição milenar e perpetua o culto, a adoração e o serviço ao Santo do Povo.

Paulo Novais adiantou que a cerimónia formal e oficial de elevação deste Santuário à “dignidade” de Basílica vai realizar-se, no próximo ano, a 27 de Fevereiro, Dia de São Torcato, fazendo questão de advertir: “este não é um ponto de chegada, mas sim um ponto de partida a partir do próximo ano e para todo o sempre o dia 27 de Fevereiro foi inscrito no calendário litúrgico da nossa arquidiocese como Dia de São Torcato”.
O responsável da Irmandade de São Torcato reconheceu que o processo que conduziu a esta distinção “foi trabalhoso e complexo”, aludindo ao trabalho desenvolvido pelas anteriores mesas lideradas por Reinaldo Martins e Novais de Carvalho.

O responsável assinalou que actual mesa definiu uma estratégia e “tem uma missão para cumprir”, referindo-se aos investimentos em curso na requalificação da capela da Fonte do Santo “para as exigências deste novo tempo em que vivemos”, a construção da via-sacra que interliga as casas do santo, “do antigo mosteiro (actual igreja velha) ao Santuário agora elevado à categoria de Basílica”. “Brevemente iremos ter um elevador que irá permitir o acesso a todos ao adro e a mobilidade que os tempos actuais exigem”, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here