Ricardo Araújo Pereira, conhecido humorista português, deixou elogios ao presidente da Câmara de Braga durante o último programa “Governo Sombra”, emitido esta sexta-feira na estação televisiva SIC.

Falando sobre as medidas de desconfinamento e da crise que se poderá seguir em vários sectores, a partir dos 23:40 (ver aqui)RAP dá como exemplo a medida de licenças extraordinárias para esplanadas decretada pela Câmara de Braga.

“No outro dia estava a ver na televisão algo que me pareceu inteligente, creio que em Braga, onde os restaurantes se manifestavam com bastante receio acerca do futuro”, disse, referindo-se ao protesto de cerca de 150 estabelecimentos de restauração na Praça do Município.

“[Vi] o presidente da Câmara a dizer algo inteligente e inevitável: atribuir licenças extraordinárias de esplanadas para que a lotação de restaurantes possa  aumentar a para que as pessoas possam frequentar com o distanciamento devido”, contextualizou o comentador.

“Talvez isso seja um meio, pode não resolver os problemas todos dos restaurantes, mas é um meio de o tentar”, acrescentou.

Recorde-se que, no final da manifestação, os empresários entregaram as chaves dos estabelecimentos a Ricardo Rio, num ato simbólico para alertar para a “agonia” do setor.

O autarca aproveitou para anunciar que o município vai dar aos restaurantes a possibilidade de “estenderem” a sua atividade para as ruas e praças adjacentes, através de um procedimento extraordinário de licenciamento de esplanadas. “Isto vai permitir aumentar a capacidade dos estabelecimentos e, ao mesmo tempo, garantir mais condições de segurança aos clientes”, afirmou.

Por outro lado, o município vai prolongar até ao final do ano a isenção total de taxas e licenças para os operadores comerciais de pequena dimensão, uma medida que vai privar os cofres camarários de cerca de meio milhão de euros.