Gouveia e Melo coloca Braga no top 1 a nível nacional em termos de vacinação

gouveia e melo

Metade da população de Braga totalmente vacinada, garante Céu Ameixinha.

O Vice-Almirante Gouveia e Melo, coordenador da “task-force” da vacinação em Portugal colocou o Centro de Vacinação da Altice Fórum Braga no top 1 a nível nacional. Organização e rapidez nas inoculações deixaram o responsável satisfeito.

Gouveia e Melo esteve acompanhado por Sameiro Araújo, Carlos Nunes, do delegado de saúde de Braga, João Cruz, do director do ACES Braga, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, do presidente da ARS Norte, Domingos Sousa, e de Carlos Silva, administrador da InvestBraga e Altice Forum Braga.

Os elogios foram feitos após uma visita minuciosa ao espaço, sempre acompanhado pelos responsáveis bracarenses, entre eles a enfermeira Céu Ameixinha, coordenadora do processo em Braga.

  • O vice-almirante Gouveia e Melo, em Braga, falou novamente na imunidade de grupo e na necessidade de ter 80/85% da população vacinada. “Nós temos vacinas, fizemos um processo de negociação difícil com a Europa para este conjunto final de vacinas”, disse, elogiando o trabalho da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Saúde. “Só falta um último esforço: a população portuguesa vir à vacinação”. – “Não podemos dar férias ao vírus”, diz.

“Escrevi uma coisa: Top 1 e acho que isto diz tudo, está muito bem organizado, muito bem estruturado, vejo pessoas muito animadas, pessoas a serem vacinadas com rapidez. Disseram- -me que o pior tempo que aqui foi feito foi na ordem dos 40 e poucos minutos, isso é fantástico, porque tivemos um período com algumas filas e esse tempo tem um significado”, referiu no final da visita aos jornalistas, elogiando o “esforço” conjunto de um grande “combate nacional”.

“Estou muito contente com o que vejo, mostra uma coisa importante de realçar, o esforço do Ministério da Saúde, das suas estruturas e o esforço das autarquias. Quero agradecer a todos os autarcas que ajudaram imenso neste processo e continuam a ajudar, é um esforço dos profissionais, médicos, enfermeiros, auxiliares, voluntários, bombeiros, um esforço nacional, porque isto é um combate nacional. Só peço agora mais um esforço, o esforço do público, que os portugueses venham ao processo de vacinação”, apelou o coordenador, acrescentando ser ainda preciso “vacinar cerca de 1, 5 milhões de pessoas com a primeira dose”.

Braga vacinou totalmente metade da população

No final, a coordenadora do Centro de Vacinação de Braga , enfermeira Maria do Céu Ameixinha, anunciou que, “neste momento”, já estão “totalmente vacinadas cerca de 110 mil pessoas, isto é, metade da população do concelho de Braga”, incluindo “a vacinação de todas as situações muito específicas, como acamados e idosos”.

Aquele centro ultrapassou esta quarta-feira as 220 mil vacinações, depois de, a meio desta tarde, registar, exatamente, 218.160 inoculações, mais concretamente 125.672 primeiras doses e 92.488 segundas doses (o que representa, respetivamente, 65% e 58%).