Os bombeiros estão a efetuar buscas no rio Ave, em Guimarães, para tentar encontrar um homem dado como desaparecido desde a noite de quarta-feira, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga.

A GNR de Guimarães, a Polícia Judiciária de Braga e pelo menos duas corporações de Bombeiros estão desde o início da manhã em buscas no rio Ave, em Guimarães. Operação está relacionada com homem que desapareceu há uma semana.

As buscas estão a decorrer na freguesia de Sande Vila Nova, em Guimarães, e têm como objetivo localizar o paradeiro de Fernando Conde, um homem de 63 anos que desapareceu há uma semana. Nos últimos dias, os familiares do homem têm multiplicado pedidos de ajuda nas redes sociais pois estão desesperados com a ausência de notícias.

O homem foi visto pela última vez no passado dia 8, quando saiu de casa na freguesia de Creixomil, também em Guimarães. Terá dito que ia visitar um amigo e cliente para um serviço de eletricidade, pelas 21 horas, na vila de Caldas das Taipas. Desde então nunca mais apareceu.

O local onde estão a decorrer as buscas, em Vila Nova de Sande, fica a cerca de dois quilómetros da vila de Caldas das Taipas. Para além de várias patrulhas da GNR de Guimarães, também estão no local uma procuradora e uma procuradora adjunta do Ministério Público de Guimarães, inspetores da Polícia Judiciária de Braga e três corporações de Bombeiros.

De manhã, dois elementos do grupo Cinotécnico de Busca e Salvamento dos Bombeiros de Paço de Arcos e quatro elementos da equipa da Associação Portuguesa de Busca e Salvamento estiveram a efetuar buscas na margem do rio Ave.

Entretanto, dada a necessidade de se fazerem buscas no interior do curso de água, foram chamados os Bombeiros Voluntários das Taipas, às 11.24 horas, tendo mobilizado três viaturas e seis elementos, entre eles uma equipa de mergulho. Ao início da tarde chegou outra equipa de mergulho, pertencente aos Bombeiros Voluntários de Vizela.

Os pormenores ainda são escassos sobre os motivos que levaram as equipas de busca e salvamento àquele local específico, na rua do Pedraído. Contudo, que a operação está relacionada com o desaparecimento de Fernando Conde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here