O boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde desta quinta-feira aponta para 2.085 casos confirmados no Minho, mais 235 do que na véspera.

Os números correspondem aos dados recolhidos até as 24:00 de ontem e comportam os dados incluídos na plataforma SINAVE, podendo pecar por defeito de 82%.

Braga, com 775 (+83 do que ontem) casos confirmados, Guimarães com 262 (+26) e Famalicão com 246 (+11) são os concelhos da região do Minho mais atingidos pela pandemia.

Segue-se o concelho de Barcelos com 156 (+15), Viana do Castelo com 125 (+5), Vila Verde com 106 (+14), Arcos de Valdevez sobe para 45 (+1), Fafe sobe para 35 (+5), Póvoa de Lanhoso sobe para 31 (+2), Esposende sobe para 31 (+3), Amares sobe para 33 (+3), Monção sobe para 31 (+4), Vizela sobe para 32 (-7), Melgaço sobe para 31 (+8), Ponte de Lima mantém 22, Vieira do Minho sobe para 24 (+5), Caminha mantém 11, Cabeceiras de Basto mantém 11, Celorico de Basto sobe para 11 (+2), Terras de Bouro sobe para 8 (-2), Valença sobe para 7 (+1), Paredes de Coura mantém 6, Cerveira sobe para 6 (+2) e Ponte da Barca mantém 4.

Todos os concelhos do Minho já têm casos registados no boletim.