Apesar do Estado de Emergência ter acabado no nosso país e enfrentarmos agora o Estado de Calamidade e o respetivo relaxamento de certas medidas de proteção, ainda assim existem vários lugares que deve evitar frequentar perante a pandemia da Covid-19 – que por enquanto, ainda não tem fim à vista.

mbora Portugal esteja a ser bem-sucedido no que se trata ao tão falado achatamento da curva de propagação do novo coronavírus, a verdade é que a pandemia continua e é imperativo adaptarmo-nos a um ‘novo mundo’ no qual a Covid-19 dita as regras. 

Por isso mesmo o site especializado Medical Daily, divulgou uma lista de quatro lugares que deve evitar frequentar durante o surto, mesmo após a sua reabertura ao público:

Restaurantes e bares

Devido à quantidade de pessoas que geralmente se acumulam nestes espaços, e adicionalmente às condutas de ar condicionado ou à partilha de utensílios, como garfos e facas, tornam os restaurantes e bares em locais de risco elevado. 

Celebrações religiosas

Missas e outras celebrações em igrejas são regra geral muito frequentadas, e a probabilidade infeção aumenta assim exponencialmente (sobretudo quando as pessoas se sentam lado a lado). 

Escritórios

Outro local que constitui um ponto significativo de contaminação por Covid-19. Basta pensar nos inúmeros locais comuns partilhados, assim como objetos de uso comum, e no toque indiscriminado e geral em superfícies como maçanetas, botões de elevadores, máquinas de café ou bebedouros. 

Ginásios

São locais que muitas vezes envolvem a prática de desportos que requerem contacto próximo. Mais ainda, ao usar máquinas de musculação ou de cardio ocorre o toque em superfícies frequentadas por inúmeras pessoas e que acumulam não só germes como o suor dos indivíduos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here