As salas de cinema NOS Lusomundo situadas no centro comercial Braga Parque reabrem na próxima quinta-feira.

Todas as salas estarão abertas com as sessões a iniciarem às 13:00 horas, decorrendo até às 24:00. A única diferença será a sessão da meia-noite, que, para já, não irá ocorrer.

A mesma fonte informou que não haverá restrições quanto ao consumo de comidas e bebidas, sendo obrigatório o uso de máscara, que pode ser retirada para o consumo.

No que diz respeito aos lugares, a fonte informa que cada lugar individual será separado por cinco cadeiras vazias (uma à frente, outra atrás e as duas do lado).

Agregados familiares até cinco pessoas podem ficar juntos, sem restrição do distanciamento das cadeiras.

A NOS Cinemas, que lidera o mercado da exibição comercial em Portugal, com 219 das 537 salas de cinema disponíveis, anunciou que reabrirá 209 salas em todo o país na quinta-feira, 02 de julho, um mês depois da data permitida para o fazer (01 de junho), no âmbito do plano de ‘desconfinamento’ anunciado pelo Governo.

Segundo a exibidora, foi feita uma “profunda reorganização de todos os processos de segurança e protocolos operacionais”, que incluem, por exemplo, monitorização do sistema de ventilação das salas, uso obrigatório de máscara e “circuitos diferenciados de circulação de entradas e saídas”.

Quanto aos filmes que estarão nos cinemas, a exibidora explica que “a paragem, a nível mundial, das produções cinematográficas e adiamentos das estreias de vários filmes” obrigaram a “um novo e complexo planeamento dos filmes em cartaz”.

Na vertente de distribuição cinematográfica – a NOS Audiovisuais -, a empresa já tinha revelado a reposição de alguns filmes, nomeadamente de Christopher Nolan, antecedendo a estreia de “Tenet”, em agosto, e a estreia de títulos como “A Verdade’, de Hirokazu Koreeda, “Wasp Network-Rede de Espiões”, de Olivier Assayas, e vários filmes portugueses. Para agosto, confirma a estreia de “Mulan”.

A NOS Cinemas anunciou o encerramento das salas, no passado dia 16 de março.

De acordo com o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), tanto em receita de bilheteira como em audiência, esta exibidora representa cerca de 60% do mercado da exibição de cinema em Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here