O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Barcelos deteve em flagrante dois homens, de 34 e 69 anos, pela prática do crime de burla, em Vilar do Pinheiro, no concelho de Vila do Conde, na quarta-feira.

Os detidos burlavam com o método de engano no troco em estabelecimentos comerciais e praticavam este tipo de crimes desde 2006 em várias zonas do país, nomeadamente nos distritos de Braga e Viana do Castelo.

Em comunicado, a GNR explica que a investigação por burla decorria há cerca de cinco meses e os suspeitos foram apanhados “em flagrante delito, enquanto praticavam o método de engano no troco num estabelecimento comercial”.

Esta era “uma atividade recorrente por parte dos suspeitos que realizavam este tipo de burlas em todo o tipo de estabelecimentos comerciais, nomeadamente cafés, restaurantes, farmácias, lojas de animais e supermercados”, refere a GNR.

O dinheiro utilizado para a burla apreendido.

Os detidos têm antecedentes criminais por tráfico de droga, injúrias, agressão, roubo, furtos em supermercados, burla e burla qualificada a idosos, e praticam este tipo de crimes desde 2006 nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Lisboa e Faro.

Os detidos foram constituídos arguidos e são hoje presentes no Tribunal Judicial de Matosinhos, para aplicação de medidas de coação.