O treinador do Tondela, Pako Ayestarán, admitiu que o Sp. Braga será um adversário difícil e defendeu que a sua equipa terá de ser agressiva no ataque, o que não aconteceu nas outras partidas dos beirões.

«O Sp. Braga tem muita largura com os dois jogadores que coloca nas alas e acumula muitos jogadores também no meio, portanto, não é uma equipa fácil de defender, mas trabalhámos para isso e, no ataque, teremos de ter agressividade e essa presença na grande área que, quiçá, faltou nos jogos anteriores», começou por dizer, em conferência de imprensa.

«No primeiro jogo a equipa fez um trabalho físico emocionante, intenso. (…) No segundo, (…) fizemos 21 remates à baliza, mas não fomos capazes de materializar. O que nos está a faltar é mais jogo nas costas da equipa contrária e chegar com mais jogadores à grande área do adversário», prosseguiu.