Vitória SC compromete play-off após derrota com Hajduk

Castelo desmoronou em 20 minutos após golaço Miguel Maga

O Vitória perdeu esta quinta-feira com o Hajduk Split, por 3-1, em jogo da 1ª mão da 3ª pré-eliminatória da Liga Conferência e está obrigado a uma reviravolta em casa na próxima semana para chegar ao play-off.

Num ambiente de adversidade protagonizado pelos adeptos croatas, o Vitória mostrou competência e compromisso na primeira parte. Procurou, sobretudo, não perder na organização defensiva, mas no extremo oposto do campo pouco conseguiu para incomodar Kalinic. Houve uma boa saída para o ataque ao minuto 12, mas André Almeida, grande novidade no onze inicial após ter falhado a deslocação à Hungria por questões físicas, perdeu-se na definição. Aqui e ali, André Silva recuou para dar saída de bola, mas foi insuficiente para o Vitória conseguir transportar mais jogo.

Os croatas assumiram um maior pendor ofensivo, mas o Vitória mostrou-se muitoi tranquilo defensivamente até aos 39′, quando Varela teve de evitar o golo de Sahiti. Logo a seguir, o guarda-redes voltou a brilhar num remate de Livaja.

O 2º tempo trouxe um jogo nos mesmos moldes e aos 57′ foi Vukovic a ficar perto do golo, mas o Vitória respondeu quatro minutos depois com um golo espetacular de Miguel Maga. Só que o empate não tardou muito (67′) por Sahiti, depois de um remate de Livaja ter sido devolvido pelo poste. A reviravolta surgiu aos 75′, num lance em que Miguel Maga falhou e permitiu o 2-1 a Melnjak. Perto do fim (88′), Krovinovic (ex-Benfica) ampliou para 3-1 com um grande golo.

A 2ª mão realiza-se na quarta-feira, 10 de Agosto, no Estádio D. Afonso Henriques pelas 17 horas.

Declarações do treinador do V. Guimarães, Moreno, citado pela Lusa, após a derrota ante o Hajduk Split, na Croácia, por 3-1, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Conferência:

«As falhas são coletivas e nunca individuais. O Miguel Maga [ndr: que marcou o golo do Vitória e falhou o corte no 2-1 do Hajduk Split] fez um jogo fantástico. A primeira parte foi muito equilibrada, sem grandes oportunidades nossas. As do Hajduk foram perdas de bola nossas.»

«Entrámos melhor na segunda parte, fizemos o golo e, no melhor período, quando a equipa estava a soltar-se, fruto de alguma imaturidade, começando pelo treinador, não conseguiu controlar. Tivemos 20 minutos que, a este nível, não podemos ter. Foram três golos perfeitamente evitáveis e o responsável máximo sou eu. Perdemos o jogo, mas não a eliminatória. Vamos recuperar a equipa para Chaves [primeira jornada da I Liga] e depois voltar a focar nesta eliminatória.»

“Pedimos foco total em todo o jogo, teve mais a ver com o processo que temos enquanto grupo, alguns atletas num passado recente não competiam neste tipo de ambiente e mediatismo. É com isto que vão crescer e aprender, foram erros que podem ser eliminados. Vamos ser melhores depois deste jogo.”

“Melhorando alguns detalhes, podemos ainda passar a eliminatória e é isso que nos vai guiar. Tivemos um ambiente difícil mas em Guimarães ele também o vão ter. A eliminatória não está resolvida e podemos reverter. Digo isto com convicção muito forte.”

“O problema nunca será só da linha defensiva, mas há coisas a melhorar. Houve mais erros individuais do que colectivos, são mais fáceis de resolver.
O André Almeida foi um campeão, conseguiu fazer o que podia e é com este espírito que temos de ir para a luta.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here