New Life investe oito milhões a construir casas em Braga

A promotora apostou num conceito de construção assente no betão armado, material que garante qualidade e rapidez de execução.

New Life está a realizar um investimento de oito milhões no desenvolvimento de projetos residenciais em Braga. A promotora imobiliária iniciou atividade há dois anos, quando o fundador, Manuel Pedrosa, percebeu que havia uma lacuna entre a oferta e a procura de casas na região. A análise foi certeira. As casas são vendidas ainda em planta e, ao primeiro projeto, a empresa já soma outros cinco. Ao momento, tem 82 imóveis em comercialização, entre moradias e apartamentos. O betão é o elemento distintivo em todos os empreendimentos, que se diferenciam também pela rapidez na construção.

A aposta no negócio da promoção imobiliária foi uma decorrência da atividade de mediador imobiliário que Manuel Pedrosa exercia na Old Life, empresa que criou em 2013. O empreendedor tomou o pulso ao mercado e decidiu então aliar os seus conhecimentos no setor da construção, onde começou a trabalhar aos 19 anos, às necessidades de habitação que detetou inicialmente na região minhota. A experiência ganha nas várias obras onde trabalhou em Portugal e na Europa serviu-lhe de incentivo para adquirir uns lotes de terreno em Braga e arrancar com o primeiro projeto, conta. O New Life Residences Real está praticamente concluído. Uma das seis moradias, todas tipologias T3 e com 321 metros quadrados, já foi entregue e as restantes estão na iminência de passar para as mãos dos proprietários.

A rapidez da construção é assegurada pela escolha do betão. Segundo frisa Manuel Pedrosa, “a estrutura de uma moradia New Life consegue ser levantada em 3/4 semanas”. E exemplifica: “Para ter uma ideia, começámos a trabalhar na primeira fase do empreendimento New Life Residences St.o António, em Frossos, em novembro de 2021, era ainda terreno baldio e, em julho deste ano, já tínhamos 12 casas em estrutura”. Este projeto está agora nos acabamentos. Em setembro, iniciaram a construção de mais 16 casas em Frossos, também já todas vendidas, e a previsão de entrega é de 14 meses. Segundo o promotor, a construção em betão armado confere “uma robustez e estabilidade únicas” às moradias. Conjugado com outros materiais, “assume todas as propriedades térmicas e acústicas necessárias a uma habitação de elevada qualidade e máximo conforto”, garante. A imagem também não é esquecida. Na sua opinião, as casas apresentam “uma estética moderna e minimalista” e “o aspeto rude do betão funde-se com um ripado de madeira natural que dá um toque único de elegância”.

No total, a New Life tem atualmente um portefólio de seis empreendimentos, que perfazem 132 imóveis. De acordo com o gestor, a empresa já vendeu 16 apartamentos e 38 moradias, “tudo em planta, porque não construímos para stock”. As vendas “têm corrido bem”, apontando que no último mês venderam dois apartamentos e cinco moradias. “Levamos os potenciais clientes às construções que temos a decorrer em Real e Frossos e sentem que o que estamos a fazer é com rigor e qualidade”, diz. As famílias portuguesas são o principal cliente, mas os brasileiros têm estado muito ativos.

A New Life também já concretizou negócios com australianos, americanos e angolanos. Em comercialização estão os projetos de Frossos, Nogueiró, Rua da Taxa e Quinta das Hortas, em Braga, e Brufe, em Famalicão. Os preços das moradias começam nos 320 mil euros e atingem os 500 mil. Já os apartamentos custam entre 234 e 294 mil euros. A promotora tem 26 imóveis em construção e conta dar em breve início aos empreendimentos Quinta das Hortas e Olhos d”Água, este último em Nogueiró.

A New Life registou um volume de negócios de meio milhão de euros em 2021. Este ano, já com os projetos em fase acelerada, as previsões apontam para cinco milhões. Manuel Pedrosa acredita que dentro de três a quatro anos a faturação possa atingir os 70 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here