Câmara de Viana do Castelo investe 100 mil euros na requalificação da maternidade

Doctor giving a consultation encouragement to patient,Hands doctor holding and reassuring women patient in hospital

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou por unanimidade um apoio financeiro de 100 mil euros para a requalificação do bloco de parto do Hospital de Santa Luzia. Esta intervenção, que está orçada em mais de dois milhões de euros, é financiada pelo Programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Parto do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e é há muito tempo uma necessidade identificada pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM).

A maternidade de Viana do Castelo, em funcionamento desde 1968, realiza em média 1.500 partos por ano. A candidatura para a requalificação da maternidade foi aprovada em janeiro de 2023, porém, aguarda agora o parecer do Tribunal de Contas para avançar, após três concursos públicos que não tiveram propostas.

Segundo o vereador responsável pela área da saúde, Ricardo Rego, a maternidade tem demonstrado excelentes resultados clínicos, sendo reconhecida como uma referência na área do diagnóstico pré-natal, com reconhecido mérito por outras instituições e pela tutela. A proposta de apoio financeiro da autarquia destaca a necessidade de requalificação do bloco de partos para melhorar a qualidade, equidade, segurança e eficiência no atendimento das grávidas e recém-nascidos.

Além deste apoio à maternidade, a Câmara Municipal também aprovou, por unanimidade, a adjudicação à empresa Predilethes da construção de um novo centro de saúde na freguesia de Alvarães, na margem esquerda do rio Lima, por cerca de 2,678 milhões de euros. Este novo centro de saúde, que servirá cerca de oito mil utentes, representa uma solução para as instalações provisórias existentes na freguesia, atualmente instaladas em contentores.

A obra, com um prazo de execução de 540 dias, terá financiamento garantido pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Este investimento é considerado crucial para melhorar o acesso aos cuidados de saúde primários na região e representa um passo importante na melhoria das infraestruturas de saúde do concelho.

A ULSAM, que engloba os hospitais de Santa Luzia e Conde de Bertiandos, 12 centros de saúde e outras unidades de saúde, serve uma população superior a 244 mil pessoas nos 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo, bem como em algumas populações vizinhas do distrito de Braga. Com mais de 2.500 profissionais, incluindo médicos e enfermeiros, esta entidade desempenha um papel fundamental na prestação de cuidados de saúde na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here