Fectrans critica “posição fechada” do Governo e da administração da Infraestruturas de Portugal.

Afinal, não há greve na sexta-feira. A paralisação na a Infraestruturas de Portugal (IP), que ia afetar a circulação de comboios, foi adiada para 31 de outubro, anuncia a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans).

“Na sequência da reunião de hoje e face à posição fechada do Governo/Administração da IP, as organizações sindicais decidiram reformular as formas de luta em curso, começando pelo adiamento da greve marcada para a próxima sexta feira, para o próximo dia 31 de outubro, nos mesmos moldes”, referem os representantes dos trabalhadores, em comunicado.

A Fectrans adianta que, na próxima segunda-feira, “haverá uma reunião das organizações de trabalhadores, onde será analisada a organização da greve de dia 31 de outubro e outras acções a desenvolver”.