A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Braga esteve parada durante duas horas, nesta manhã, devido a “falhas mecânicas”, confirmou O MINHO junto de fonte oficial do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

A viatura alocada no Hospital de Braga apresentava falhas nos travões e desgaste de pneus tendo sido reparada em tempo recorde junto da recauchetagem Ramôa, sediada em Palmeira, Braga.

Entretanto, o INEM já comunicou oficialmente que a viatura “esteve parada entre as 09:00 e as 11:00” desta manhã devido a “falhas mecânicas”. A mesma fonte indica que, durante esse período, não houve nenhuma situação onde fosse necessária a intervenção desta viatura médica de apoio.

Ao longo do tempo em que a VMER do Hospital de Braga esteve inoperacional, ocorreram dois acidentes de viação, um na Póvoa de Lanhoso, com feridos encarcerados, embora sem gravidade, e outro em Vila Verde, também ligeiro, sendo que, neste último caso, avançou para o local a VMER de Barcelos.

O Gabinete de Comunicação do INEM confirmou ao JN que “por problemas mecânicos”, a VMER esteve hoje parada, durante duas horas. A mesma fonte indicou que a paragem se verificou entre as 9 e as 11 horas, período durante o qual “não ocorreu nenhuma situação” que justificasse a presença da viatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here