“O futebol português transformou-se num teatro de marionetas”, diz SC Braga

Minhotos desistem de jogador e fazem críticas ao Santa Clara e ao Benfica

O SC Braga anunciou que está fora da corrida pela contratação de Guilherme Schettine e criticou aquilo que chama de “teatro de marionetas”, deixando reparos ao Benfica e ao Santa Clara.

O clube minhoto explica a cronologia dos acontecimentos, segundo a sua versão, e lembra o interesse pelo jogador que vem de maio. Entre avanços e recuos na negociação, os minhotos fazem saber que os representantes do atleta queriam negociar com os arsenalistas mas depararam-se com o interesse do clube dos Açores em negociar o passe do jogador com o Benfica.

A dado momento, o SC Braga entendeu avançar diretamente para a contratação do atleta por via de um negócio liderado pelo presidente dos arsenalistas.

“António Salvador contactou diretamente o Administrador Diogo Boa Alma, que afirmou que não negociaria com o SC Braga por ter um compromisso pessoal para colocar o jogador no Benfica e por temer represálias”, isto depois de, segundo a versão apresentada pelo SC Braga.

Assim, em comunicado, os arsenalistas explicam que os responsáveis do Santa Clara remeteram “para a cláusula de rescisão” e “assim faltando à palavra dada aos representantes do jogador”.

O emblema de Braga revela ainda em “desfecho absolutamente inusitado, razão pela qual o SC Braga se reserva o dever de denúncia das situações verificadas ao longo deste processo e que, de resto, se têm revelado recorrentes no futebol português, repetindo-se protagonistas num enredo que denuncia quem detém o poder e quem a ele se deixa subjugar.”

leia aqui o comunicado na integra:

https://scbraga.pt/comunicado-da-sc-braga-sad/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here