Derby de concelho Guimarães termina empatado

O Moreirense e Vitória de Guimarães empataram hoje 1-1, no dérbi do concelho de Guimarães da 10.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O burquinês Tapsoba, aos 49 minutos, na conversão de uma grande penalidade, deu vantagem ao Vitória de Guimarães, mas Steven Vitória, sete minutos depois, selou o empate para o Moreirense, que somou o quarto jogo sem perder e o terceiro empate consecutivo.

O Vitória de Guimarães permanece no quinto posto, com 16 pontos, menos um do que o Sporting, quarto, que visita o Tondela, no domingo, e o Moreirense subiu ao 11.º posto, com 10.

O campeão nacional Benfica, que venceu hoje por 2-0 na receção ao Rio Ave, lidera o campeonato com 27 pontos, mais cinco do que FC Porto e Famalicão, que defrontam Desportivo das Aves e Sporting de Braga, no domingo, respetivamente.

Declarações de Vítor Campelos, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o empate na receção ao V. Guimarães:

«Assistimos a uma excelente partida de futebol, quem veio ao estádio saiu satisfeito. Foi muito bom ter um relvado em excelentes condições, são duas equipas que gostam de jogar, foi um jogo com oportunidades em ambas as balizas e o resultado final acaba por ser justo. Certo que a massa adepta do Vitória acompanha como já sabemos, a nossa também nos incentivou sempre. Depois do golo do penálti podíamos ter empatado logo de seguida mas no cômputo geral acho que acaba por se aceitar o resultado».

[Debilidade física] «Não tem nada a ver com índices físicos. Muitas vezes o lado emocional é que dita os resultados. Às vezes também ter uma pontinha de sorte, como não tivemos aqui com o Benfica e no Marítimo, fazem a diferença. Não é pelo aspeto físico».

Declarações de Ivo Vieira, treinador do V. Guimarães, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o empate (1-1) frente ao Moreirense:

«Ressalvo a qualidade do Moreirense, uma equipa bem composta, com boas soluções, centrais com muita maturidade. Defrontámos uma equipa muito competitiva, que conhece bem o seu espaço. Sabíamos que ia ser difícil. Não sei se perdemos dois pontos, ganhar um não ganhámos de certeza porque a intenção era claramente conquistar três. O que tem feito a diferença são algumas tomadas de decisões. Tivemos o 2-1 para fazer de forma flagrante, não fizemos, no entanto acabou por ser o resultado que vimos. Temos que aceitar, mas o nosso objetivo era conquistar os três pontos. Fomos mais ofensivos, procurámos mais o golo mas no futebol o resultado é número de golos que se marcam».

[O que falhou?] O Vitória é a terceira equipa com mais golos marcados, depois de Benfica e Porto. Não sei se ajustam isso ao número de oportunidades porque se somarmos os golos aos que fizemos na Liga Europa não me parece que haja assim tanta falta de eficácia. Se for enquadrado nas oportunidades de finalização aceita-se, mas pelos golos marcados não me aprece que haja essa falta de eficácia em número. Faltou mais discernimento defensivo, fiámos muito expostos num ou dois lances e depois faltou decidir melhor no último terço».

Veja aqui os melhores momentos do derby


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here