Com este resultado o SC Braga mantem-se no 10º lugar enquanto que FC Famalicão reforça 3º lugar

O FC Famalicão empatou hoje 2-2 na visita ao Sporting de Braga, graças ao golo do brasileiro Anderson, aos 89 minutos, num jogo da 10.ª jornada da I Liga de futebol em que esteve quase uma hora em inferioridade numérica.

O avançado brasileiro do Famalicão assinou o seu sexto golo no campeonato e o empate na partida, depois de dois golos do seu compatriota Galeno, em dois minutos, aos 77 e 78, terem virado o resultado a favor dos bracarenses, que perdiam desde os 47, quando o espanhol Toni Martinez inaugurou o marcador, numa altura em que os famalicenses já estavam em inferioridade, por expulsão de Roderick, aos 34.

Declarações de Sá Pinto, treinador do Sp. Braga, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após o empate (2-2) na receção ao Famalicão:

Ricardo Sá Pinto

«A felicidade não está do nosso lado. Fizemos uma boa primeira parte, tivemos qualidade de jogo, conseguimos várias situações de golo, entretanto há um penálti, mas fizemos o suficiente antes e depois da expulsão. Nos últimos dez minutos previa-se que íamos marcar, que era o que merecíamos. Fizemos uma boa primeira parte, merecíamos mais. Na segunda vínhamos com vontade de marcar, continuar a ser dominadores, e sofremos aquele murro no estômago do nada. Mas somos uma equipa forte, normalmente estamos atentos e posicionados, foi um golo que não estávamos à espera. Mesmo assim fomos grandes, tivemos capacidade para reagir. Mesmo com dez o Famalicão pôs-se numa posição favorável, baixou as linhas mas tivemos capacidade para entrar e demos a volta ao marcador. O jogo estava fechado e acabado, entre aspas, e sofremos aquele golo ali, provavelmente mais uma equipa que nos fez dois golos em dois remates à baliza. É penalizador para nós, fizemos tudo para conseguir a vitória. Falta perceber porque não conseguimos. Aquele golo na ponta final foi outro murro que ninguém merecia, os jogadores não mereciam nem os adeptos. Esta competição está a fugir um pouco do que que queríamos, ainda que seja uma maratona e ainda tenhamos tempo. Os rivais estão próximos, esta era uma jornada importante em que podíamos ter ganho pontos ao Famalicão e ao Guimarães. Isto há-de mudar».

Declarações de João Pedro Sousa, treinador do Famalicão, na sala de imprensa do Estádio do Municipal de Braga, após o empate (2-2) frente ao Sp. Braga:

«Foi um resultado positivo para nós, tendo em conta o que aconteceu durante o jogo. Depois de estarmos em vantagem sofremos dois golos num minuto, é verdade que foram erros não forçados, mas é a nossa forma de jogar. A equipa está a crescer a ideia de jogo passa muito por aqui, corrigir estes pequenos detalhes. O que é facto é que nas mesmas situações conseguimos marcar e temos mais vitórias do que derrotas, estamos no caminho certo e não vamos abdicar da nossa forma de jogar».

«Temos a noção de que passaram dez jornadas, só dez jornadas. O primeiro objetivo é consolidar o Famalicão na Liga, quando esse objetivo estiver alcançado, e seguramente vai chegar, vamos estar aqui e por as coisas em cima da mesa porque somos ambiciosos. Até lá o objetivo é a manutenção».

Veja aqui os melhores momentos do jogo desta noite:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here