«Senti a equipa feliz por aquilo que fez no último jogo, principalmente pelo resultado. Mais soltos, mas acima de tudo senti-os muito focados, porque o tempo de trabalho e recuperação é curto. Vamos participar num grande jogo, entre duas equipas que jogam um futebol positivo e de ataque. Quanto ao lateral esquerdo, temos várias hipóteses e o Pedro Amador é realmente uma delas» afirmou o treinador, que não pode contar com Sequeira para o lado esquerdo da defesa.

Independentemente do adversário, Custódio diz que o Sp. Braga encara todos os jogos com a vitória em mente. O jogo com o Vitória de Guimarães ficou para trás, e o que importa agora para os bracarenses é o próximo adversário.

«Queremos ganhar todos os jogos, independentemente do tipo de jogo e do adversário. Como equipa que os encara dessa forma, quando a vitória não aparece a reação não é boa. Vencemos o último jogo, mas sabemos que foram três pontos que já passaram. O que importa é o que vem. Sabemos que vamos ter um jogo difícil, mas confiamos muito na nossa qualidade.»

«O mister Carvalhal já era treinador quando eu estava a começar a jogar», disse, mantendo a ideia de jogar «um futebol de ataque e jogar para ganhar, procurando sempre manter o equilíbrio. É esta a abordagem do Sp. Braga aos jogos».

Sp. Braga e Rio Ave defrontam-se esta terça-feira em Vila do Conde às 21h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here