Uma professora infetada e quatro em isolamento na EB1 de S. Mamede, Braga

Uma professora testou positivo à covid-19 e outras quatro encontram-se em quarentena na EB1 de S. Mamede, em Braga. A falta de professores compromete o arranque do ano escolar com as quatro turmas, previsto para esta quinta-feira. O Agrupamento de Escolas Carlos Amarante pede que as crianças do primeiro ano permaneçam em casa.

Em comunicado, o Agrupamento de Escolas explica que, na sequência de inquérito epidemiológico de um caso de covid-19, registado na EB1 de S. Mamede, a DGS através da Unidade de Saúde Pública da ARS Norte, notificou o Agrupamento de Escolas Carlos Amarante das medidas adotadas”, nomeadamente: “uma docente (titular de turma) com COVID 19 afastada do estabelecimento de ensino até à cura clínica; quatro docentes (três das quais titulares de turma), em isolamento profilático até ao dia 25 de setembro”.

“Em face do sucedido, fica a EB1 de S. Mamede sem Professores Titulares de Turma (PTT) para garantir o início do ano letivo na data prevista (17 de setembro), para as suas quatro turmas de escolaridade”, refere o comunicado assinado pela diretora do Agrupamento, Hortense Lopes dos Santos.

“Do facto, foi dado conhecimento à DGEstE, no sentido da substituição das referidas docentes”, acrescenta o comunicado e, “apesar dos parcos recursos, e por forma a garantir a abertura do ano letivo, dando resposta às necessidades dos alunos e das famílias, três professores do Apoio Educativo garantirão, na escola, o acompanhamento das crianças das turmas do 2º, 3º e 4º anos, até à normalização da atual situação”.

“Nas atuais circunstâncias, apela-se aos Encarregados de Educação dos alunos do 1º ano, cujas condições o permitam, que mantenham os seus educandos no ambiente familiar”, aconselha o Agrupamento.

“Mais breve quanto possível, comunicaremos a data do reinício das atividades letivas para todas as turmas”, termina o comunicado.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here