“Vamos ter uma década de grande crescimento”, afirma Siza Vieira

Questionado sobre a possibilidade de Portugal receber, já no próximo mês, turistas britânicos, o ministro da Economia disse que o país está preparado para isso.

ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, destacou, esta quarta-feira, a importância de se refletir sobre o significado de uma economia competitiva e mostrou-se confiante relativamente ao crescimento da próxima década.

“É importante refletir sobre o significado de termos uma economia competitiva”, disse o ministro de Estado e da Economia, na abertura da conferência ‘Guia de viagem a uma economia competitiva’.

“Aquilo que precisamos de preservar (…) é que as nossas empresas e economias possam continuar a manter o nível de competitividade“, disse Siza Vieira, justificando que são necessárias, para isso, políticas públicas e “alinhamento com os privados”. 

O ministro da Economia destacou ainda que “as empresas se tornam mais competitivas e podem inovar melhor se trabalharem em ecossistema, em ‘cluster'”. 

Relativamente ao futuro, Siza Vieira mostrou-se confiante: “Vamos ter uma década de grande crescimento, em que as empresas em todo o mundo vão aproveitar melhor as tecnologias digitais e com isso vamos ter grandes ganhos de produtividade”. 

Portugal preparado para receber turistas britânicos já em maio

Questionado sobre a possibilidade de Portugal receber, já no próximo mês, turistas britânicos, o ministro da Economia disse, em declarações à RTP3 à margem da conferência, que o país está preparado para isso: 

“Como sabe, nós apoiamos e tomámos a liderança para avançarmos com o processo do passaporte verde digital, que a Comissão Europeia lançou. Isso permite que os cidadãos europeus possam circular através das fronteiras, desde que disponham ou de um certificado de vacinação ou demonstrem que estão imunes porque já contraíram a doença ou, de outra maneira, mostrem através de testes que não estão positivos para doença Covid. E nós pretendemos estender isso para os cidadãos britânicos“, disse o ministro da Economia.

Acolheremos de bom grado, a partir do próximo mês, os cidadãos britânicos que nos queiram visitar. Somos um país com uma enorme relação e muito profunda com o Reino Unido. O Reino Unido é o principal mercado emissor para os nossos turistas e nós obviamente vamos acolhê-los com toda a boa vontade”, acrescentou Siza Vieira. 

Portugal está confiante de que vai fazer parte da “lista verde” de países para onde os britânicos vão ser autorizados a viajar de férias este verão, afirmou hoje o embaixador de Portugal no Reino Unido à Sky News. 

Devido à pandemia da Covid-19, atualmente é proibido viajar do Reino Unido para o estrangeiro sem justificação válida, nomeadamente em lazer, mas o Governo britânico pretende aliviar as restrições a partir de 17 de maio, a terceira etapa do plano de desconfinamento.

O embaixador português disse ter “esperança de que em meados de maio a mobilidade normal entre o Reino Unido e Portugal possa ser restabelecida” com o “mínimo de barreiras possível”, ou seja, permitindo a entrada de pessoas sem estarem vacinadas contra a covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here