A GNR acabou no domingo com uma festa ilegal em Esposende, no distrito de Braga, na qual se encontravam mais de 100 pessoas a desrespeitar as medidas em vigor de contenção da pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a GNR refere ter recebido uma denúncia de que estaria a decorrer uma festa ilegal numa residência particular e que quando os militares chegaram ao local constataram a presença de cerca de 20 pessoas, que “alegadamente seriam elementos da família do proprietário e alguns amigos”.

Contudo, após nova denúncia, “a GNR voltou ao local e verificou que decorria uma festa com mais de 100 pessoas em pleno desrespeito pelas normas vigentes de contenção da pandemia de covid-19”.

O evento “foi cessado de imediato, o proprietário foi identificado e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Esposende”, acrescenta.

A GNR recorda que o cumprimento das medidas impostas pela situação de calamidade, no âmbito do combate à pandemia de covid-19, é fundamental para conter a propagação do vírus.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.028.446 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 186,3 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.156 pessoas e foram registados 907.974 casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, uma cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here