Rui Duarte, atual treinador dos sub-23 dos minhotos, irá assumir o comando da equipa até ao final da temporada, comandando o plantel principal nos sete jogos que faltam.

António Salvador, presidente do Braga, revelou numa conferência de imprensa realizada esta quarta-feira que Daniel Sousa será o sucessor de Artur Jorge no comando técnico da equipa a partir da temporada 2024/25. Até lá, Rui Duarte, anteriormente treinador dos sub-23, assumirá o comando da formação principal. Esta mudança marca um novo capítulo na estratégia desportiva do clube, com Salvador expressando confiança no trabalho dos novos treinadores para manter o Braga competitivo nos mais altos patamares do futebol nacional e internacional.

Saída de Artur Jorge: “Conforme já é do conhecimento público, Artur Jorge deixa de ser o treinador do Braga. É um desfecho que não desejávamos, mas cujo enquadramento devo partilhar, sobretudo para informação dos nossos sócios e adeptos. Quando, no dia 10 de novembro do ano passado, acertámos a renovação de contrato com o Artur Jorge até 2025, tínhamos o objetivo de dar continuidade a uma ligação que nos unia desde 2017 e que nos permitiu desenvolver um trabalho conjunto que foi desde os escalões de formação até à equipa principal. Era minha intenção que fosse clara, para dentro e para fora, uma mensagem de grande confiança e estabilidade. Não ignoro que houve, nos meses que se seguiram, focos externos de insatisfação, pressão e contestação, que internamente sempre soubemos bloquear, por estarmos convictos do caminho traçado. Apesar de estranhar a recorrência com que, a partir de determinado momento, o treinador se começou a referir à sua saída, devo reconhecer que foi com enorme surpresa que soube, por via indireta e sem qualquer solicitação nesse sentido, que na passada segunda-feira, dia 25 de março, o treinador Artur Jorge se encontrava a jantar, em Matosinhos, com o empresário John Textor, dono do Botafogo, tendo chegado a um princípio de acordo para a sua transferência imediata. Não querendo alongar-me em detalhes sobre os eventos dos dias e da semana que se seguiram, devo apenas referir que se tornou claro para mim e para todos, no seio do plantel e da estrutura do Sporting Clube de Braga, que a posição de liderança que um treinador deve assumir num clube desta dimensão e desta responsabilidade se encontrava irremediavelmente comprometida, ameaçando o sucesso da temporada em curso e a visão de médio e longo prazo que sempre nos orientou. Perante os importantes objetivos que a época ainda nos reserva, confesso que não esperava que o treinador colocasse em causa o comando e o exemplo que sempre exerceu perante o grupo.”

Daniel Sousa para as duas próximas temporadas: “Num contexto desta natureza, mais importante do que as compensações financeiras são a estabilidade e a competitividade da equipa e foi a pensar na equipa que tomámos as decisões que vos quero comunicar. Como é óbvio, ao longo dos últimos dias refletimos sobre o perfil desejado para o projeto do Sporting Clube de Braga e identificámos o treinador que o pode personificar. Por estarmos convictos quanto a esta opção, tentamos ao máximo que pudesse assumir, desde já, o comando do grupo, o que não foi possível. Ainda assim, e por entendermos haver uma solução de transição, quero adiantar aos sócios e adeptos do Sporting Clube de Braga que, a partir de 2024/2025 e por duas temporadas, o nosso treinador será o Daniel Sousa. Faço este anúncio público ciente de que ele em nada interfere com o que resta da época em curso e nomeadamente com o jogo deste fim-de-semana. A ninguém que seja sério pode ocorrer que o nosso adversário e o seu treinador não façam tudo o que estiver ao seu alcance para dificultar ao máximo a nossa tarefa. Estou certo de que assim será e por isso partilho, sem mais comentários, a informação sobre o contrato que assinámos ontem à noite, por respeito à verdade e à informação que entendo ser devida aos sócios e adeptos do meu clube.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here