O treinador do Sporting de Braga, Abel Ferreira, espera duas equipas a «jogar para ganhar» e dificuldades na Capital do Móvel, estádio onde os minhotos defrontam o Paços de Ferreira, esta sexta-feira (20h30) no jogo de abertura da 30.ª jornada da Liga.

«O Paços de Ferreira vai querer vencer pela necessidade de pontos, tal como nós, mas por razões diferentes. É uma equipa muito competitiva, bem organizada e que sabe muito bem o que quer do jogo», referiu Abel, em antevisão ao encontro.

Sem poder contar com Bruno Viana, Vukcevic, habituais titulares, por castigo, além dos lesionados Rosic, Fransérgio e Ricardo Ferreira, Abel não abriu «jogo» sobre quem vai alinhar de início na defesa ao lado de Lukic. «Mas não sou treinador de inventar posições, sei onde os jogadores se sentem confortáveis e estão todos prontos para jogar», antecipou o técnico.

Abel mostrou-se ainda satisfeito pelo prémio do melhor treinador do mês de março, atribuído pela Liga de clubes, partilhando-o «com todo o grupo de trabalho e, de um modo especial, com os jogadores».

«Não há bons treinadores sem bons jogadores, este prémio é também o reconhecimento da qualidade da equipa e da nossa forma de jogar», completou Abel.