Pelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal de Braga, em parceria com a União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade e a Junta de Freguesia de S. Vicente, organizou, esta quinta-feira, mais um Sunset no Castelo do Bom Jesus do Monte, que teve como objetivo proporcionar uma tarde animada aos cerca de 100 seniores e utentes da MAXISECI, Instituto Monsenhor Airosa e da Fundação Novais e Sousa.

Rui Ganguinha, proprietário do Bô Zen Open Air, voltou a ceder gratuitamente o espaço, oferecendo, ainda, bebidas e petiscos.

Altino Bessa, vereador da Câmara Municipal de Braga, esteve a representar a Autarquia, onde deixou o seu agradecimento a Rui Ganguinha por dar novamente a oportunidade aos seniores e utentes de Braga para poderem desfrutar desta tarde de convívio num dos locais mais emblemáticos da cidade. “Em primeiro lugar quero agradecer ao proprietário do Bô-Zen que dá mais uma vez a oportunidade para estas pessoas, que não são um público normal deste tipo de espaços, para hoje poderem ter este convívio. Já no ano passado foi assim, e este ano, graças a ele, conseguimos repetir. Foi um pedido, de alguma forma, pessoal, mas sobretudo institucional, e em nome da Câmara Municipal quero fazer esse agradecimento”, explicou Altino Bessa. 

O vereador sublinhou que foi lançado posteriormente o desafio a algumas freguesias, instituições e IPSS’s para juntarem públicos de várias idades para desfrutarem de uma tarde de convívio, partilha e entreajuda, que em outro contexto não poderiam usufruir.

O presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, Luís Pedroso, cedeu os autocarros para transportarem os seniores e utentes até ao Bom Jesus. “Estamos aqui novamente a proporcionar a cerca de cem pessoas da nossa União de Freguesias mais um ‘Sunset’, e isto só é possível porque Rui Ganguinha tem disponibilizado o espaço. É de louvar este tipo de altruísmo, porque não é só ser empresário, é também abrir extraordinariamente as portas para receber estas pessoas sem qualquer tipo de contrapartida, e ainda facultar-lhes alguma bebida e comida, podendo desfrutarem de um fim de tarde diferente. As pessoas não têm este tipo de oportunidade e é por isso que as Uniões e Juntas de Freguesia têm um papel diferente no sentido de também proporcionar a algumas pessoas aquilo que não têm durante o ano”, referiu Luís Pedroso.

António Fernandes, presidente da MAXISECI, salientou que esta associação, criada há cerca de três anos, é uma instituição de Solidariedade Social, Cultural e Figurativa que começa a ter um quadro social mais lato. “Neste momento, a Associação conta já com 220 associados e estamos aqui hoje a convite do vereador Altino Bessa, a quem desde já agradecemos este gesto amável, e também ao presidente da Junta de Freguesia, Luís Pedroso, que nos cedeu os autocarros. Naturalmente que nós, enquanto associação, procuramos, entre várias atividades, trazer as pessoas para sítios onde elas possam ser felizes”, disse António Fernandes, esperando que esta iniciativa possa repetir-se em anos vindouros.

Este Sunset contou também com a presença da Associação de Reformados de S. Vicente, que se fez acompanhar pelo presidente da Junta de Freguesia, Jorge Pires. “É de louvar este tipo de iniciativas e, enquanto presidente da Junta de S. Vicente, quero, desde já, agradecer à Câmara Municipal e ao proprietário deste espaço por ter facultado esta tarde de lazer aos reformados de S. Vicente”, realçou Jorge Pires.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here