Sobe para dois o número de mortes da explosão em Tarragona

Encontrado o corpo de um trabalhador que estava desaparecido na sequência da explosão numa fábrica de petroquímicos.

Os bombeiros encontraram o corpo de um trabalhador que estava desaparecido na fábrica de petroquímicos da empresa Iqoxe em Tarragona, Espanha, onde ocorreu esta terça-feira uma explosão, avança o La Vanguardia. Sobe assim para dois o número de vítimas mortais provocada por esta explosão. 

A primeira vítima mortal vivia a dois quilómetros do complexo industrial e foi atingida por uma placa de metal que foi projetada após a explosão. 

Há ainda registo de oito pessoas feridas, duas das quais em estado grave. 

A explosão na fábrica da Iqoxe teve origem num reator que afetou um tanque próximo, afirmou esta quarta-feira o chefe dos bombeiros de Tarragona, Albert Ventosa. 

Os bombeiros continuam a combater as chamas na fábrica e Miquel Buch, conselheiro do Interior da Generalitat catalã, sublinhou que o incêndio está a “evoluir favoravelmente”. O maior foco de preocupação para as autoridades neste momento é um tanque de óxido de etileno, que entrou em combustão. Os bombeiros estão a arrefecer o tanque.

Buch acredita que o nível de perigo na fábrica deverá baixar no decurso das próximas horas. 

A autarquia de Tarragona decretou dois dias de luto por causa da explosão fatal. A circulação de comboios em Tarragona continua suspensa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here