A comissão de moradores da Urbanização da Praça do Bocage , aproveitou a presença do presidente e vice-presidente da autarquia bracarense, aquando da inauguração do maior campo de basquetebol de rua da Europa, que decorreu esta quinta-feira, para se fazerem ouvir junto das entidades bracarenses.

Há muito que os moradores vêm contestando a falta de estacionamento e o número de multas, que tem sido alvo nos últimos tempos por parte das autoridades policiais.
A denominada “zona 30”, veio trazer aos moradores um descontentamento a quem reside na Praça do Bocage, em virtude da escassez de lugares para estacionamento naquela zona habitacional.

Protesto dos moradores

Os moradores aproveitaram o momento da inauguração para colocarem faixas nas varandas das suas residências nessas várias faixas pode ler-se “Bem-vindos à vergonha zona 30 – Praça do Bocage”, “É está a obra que tanto se orgulham? Tenham vergonha”, “Zona 30 – menos 30% de estacionamento, menos 30% de qualidade de vida, mais 30% de stress”, “É esta a vossa “Bandeira”.

Foram ainda colocadas na variante do Braga Parque duas faixas “Bem Vindo à vergonha zona 30 – Praça do Bocage”

Fernando Araújo, Luis Capa e Mário Peixoto, pertencentes à comissão de moradores da Praça do Bocage, fizeram-se ouvir com protestos junto dos representantes da autarquia, referindo que tinham recebido um e-mail onde os responsáveis pelo urbanismo liderado por Miguel Bandeira “referiram que temos andar a pé e estacionarmos os carros entre a 10 a 15 minutos de casa”, lamentou o habitante.

Nos vídeos os protestos dos moradores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here