IEFP com 23.236 vagas que não são aproveitadas.  

Há cada vez mais ofertas de emprego que ninguém quer.

Os últimos números são de julho e mostram que mais de 23 mil empregos ficaram sem candidatos.

Segundo o Jornal da Notícias, as 23.236 ofertas de emprego por preencher estão relacionadas com atividades imobiliárias e administrativas, alojamento e restauração, e construção civil.

Os especialistas admitem que pode ser um dos efeitos da pandemia de covid-19 que limitou, por exemplo, a circulação de pessoas.

O especialista em mercado laboral, João Cerejeira, acrescenta que também as medidas de apoio às empresas criadas pelo Governo podem ter provocado um desajustamento entre a oferta e a procura.

O aumento das ofertas de trabalho que ficam sem candidatos explica-se ainda com o envelhecimento da população e com o aumento de jovens no ensino superior para quem os trabalhos mais intensivos e de salários mais baixos não são atrativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here