Um talho viu mesmo a sua atividade parcialmente suspensa.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou uma operação de fiscalização, a nível nacional, dirigida aos talhos e estabelecimentos de comércio com talho.

Ao todo, de acordo com um comunicado enviado pela ASAE, foram fiscalizados 107 operadores económicos de Norte a Sul do país, registadas 39 infrações e instaurados 25 processos contraordenacionais. Um talho viu mesmo a sua atividade parcialmente suspensa.

Durante a operação em causa foram ainda apreendidos 3.527 euros em carne, pré-cozinhados e instrumentos de pesagem.

Com principais infrações, salienta a mesma nota, destacam-se o incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene, o incumprimento ao nível da rotulagem da carne ou produtos cárneos e o incumprimento ao nível do processo ou processos baseados nos princípios do HACCP (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo).

Esta ação da ASAE teve como principal objetivo a verificação dos requisitos específicos da atividade deste setor, com particular incidência na verificação das temperaturas de conservação e de exposição dos produtos cárneos e na verificação da prestação de informação aos consumidores sobre os géneros alimentícios, particularmente, a informação relativa ao país de origem ou ao local de proveniência e à rotulagem obrigatória de carne de bovino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here