Situação de calamidade prolongada até 08 de agosto

O Governo prolongou hoje a situação de calamidade em Portugal continental até 08 de agosto, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

“O Conselho de Ministros aprovou uma resolução que prorroga a situação de calamidade em todo o território nacional continental até às 23:59 h do dia 8 de agosto de 2021 e altera as medidas aplicáveis a determinados concelhos”, refere o comunicado divulgado após o Conselho de Ministros.

A atual situação de calamidade termina às 23:59 de domingo.

O Governo prolongou hoje a situação de calamidade em Portugal continental até 08 de agosto, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

“O Conselho de Ministros aprovou uma resolução que prorroga a situação de calamidade em todo o território nacional continental até às 23:59 h do dia 8 de agosto de 2021 e altera as medidas aplicáveis a determinados concelhos”, refere o comunicado divulgado após o Conselho de Ministros.

A atual situação de calamidade termina às 23:59 de domingo.

A situação de calamidade, nível de resposta a situações de catástrofe mais alto previsto na Lei de Base da Proteção Civil, entrou em vigor a 01 de maio e tem sido renovada quinzenalmente.

Barcelos, Braga, Fafe, Guimarães, Paredes de Coura, Viana do Castelo e Vizela são os concelhos minhotos apontados como risco elevado. Famalicão é o único da região considerado de risco muito elevado.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.128.543 mortos em todo o mundo, entre mais de 191,9 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Portugal registou hoje 16 mortes relacionadas com a covid-19 e soma 3.622 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o dia 22 de março, quando se registaram também 16 mortes nas 24 horas anteriores, que o número diário de óbitos não era tão alto.

De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registam-se 943.244 casos de infeção confirmados e 17.248 mortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here