Póvoa de Lanhoso: Comandante denuncia falso peditório a favor dos bombeiros

Peditório da Associação Portuguesa de Veteranos de Guerra indigna bombeiros

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso, António Veloso, veio hoje a público alertar para uma situação de um peditório, em nome dos bombeiros, que está a induzir em erro alguns habitantes daquela vila.

O peditório em causa, levado a cabo por voluntários da Associação Portuguesa de Veteranos de Guerra, decorreu durante a manhã desta quinta-feira, numa das rotundas da Avenida da República, indignando a corporação de bombeiros local.

Tudo porque os voluntários utilizam coletes similares aos dos bombeiros [as mesmas cores e tipo de letra] e estão acompanhados de uma carrinha que é similar a uma ambulância, também pelas cores.

“Eles abordam as pessoas e dizem que é um peditório para os bombeiros, o que leva a que as pessoas, sobretudo as de mais idade, façam um donativo a julgar que estão a apoiar os bombeiros locais mas isso não é verdade”, explica o comandante.

Os os voluntários foram abordados por uma patrulha da GNR da Póvoa de Lanhoso, de forma a solicitar autorização para o peditório, algo que possuíam por se tratar de uma associação legitimada pelo Estado.

“Ninguém pode fazer nada porque eles estão numa ação legal, mas durante o peditório dizem que o dinheiro é para os bombeiros e não tem nada a ver, eles estão a vender bilhetes para um sorteio externo aos bombeiros”, reforça António Veloso, indicando que “habitualmente, às quintas-feiras, fazem sempre este peditório”.

O MINHO contactou, via telefone e via email, a Associação Portuguesa de Veteranos de Guerra, mas não obteve resposta até ao momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here