Um homem, com 30 anos, foi ontem identificado e autuado por militares da unidade de controlo costeiro da GNR na sequência de apanha ilegal de ouriços-do-mar, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o destacamento de controlo costeiro de Matosinhos adianta que o homem foi “detetado na apanha” com 100 quilos de Paracentrotus lividus (vulgo ouriços-do-mar), sem qualquer tipo de licença para a apanha de moluscos bivalves e equinodermos.

O valor estimado de venda destes moluscos ronda os 600 euros. Já a coima, pode chegar aos 75.500 euros.

Os ouriços-do-mar, por se encontrarem vivos, foram devolvidos ao seu habitat natural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here