24 de Junho e Festas Gualterianas serão celebrados num modelo ainda a definir

Domingos Bragança, no final da Reunião de Câmara desta manhã, disse aos jornalistas que estão a ser estudados os modelos para a celebração do 24 de Junho e das Gualterianas.

    
No final da Reunião de Câmara de hoje, segunda-feira, 18 de maio, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães disse aos jornalistas que o 24 de Junho e as Festas Gualterianas não deixarão de ser celebrados, apesar de ser necessário implementar um modelo prático que responda às exigências que as normas emanadas da Direção-Geral de Saúde impõem.

Em relação ao Dia da Cidade, 24 de junho, Dia Um de Portugal, Domingos Bragança referiu que a importância do dia exige que se mantenham as comemorações, embora de forma diferente e tendo em conta as restrições do distanciamento social a que a pandemia da Covid-19 obriga. Domingos Bragança disse que a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na cerimónia deste ano ainda não está confirmada, e que dentro em breve, assim que o modelo das comemorações estiver concluído, essa questão será decidida. “Tenho estado em contacto com o Senhor Presidente da República, no sentido de podermos contar com a sua presença nas comemorações do 24 de junho. Para além de poder receber a distinção que o Município de Guimarães lhe conferiu em 2018, é uma oportunidade para se associar à condecoração honorífica que queremos dirigir às entidades que prestaram, e ainda prestam, serviços relevantes no combate à pandemia no Concelho de Guimarães”, disse. “É claro que termos que estudar de que forma iremos comemorar o mais importante dia para Guimarães e para Portugal, em virtude da situação de exceção em que vivemos”, concluiu.

No que diz respeito às Festas da Cidade e Gualterianas, Domingos Bragança deu a conhecer a intenção de ser apresentada, em colaboração com a Associação Artística da Marcha Gualteriana, uma Mostra das Festas ao longo do tempo. “Estamos a trabalhar com os Obreiros da Marcha para que seja possível, no Toural, na Alameda e em outros locais, termos patente uma mostra das Festas Gualterianas ao longo dos tempos, em formato ainda a definir”, disse. O Presidente da Câmara fez saber ainda que serão iluminados vários monumentos da cidade, como a Igreja de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos (S. Gualter), Igreja de S. Francisco, Castelo de Guimarães e Torre da Alfândega. “Queremos levar as Gualterianas à população, de forma distinta, para que as mais importantes festas da cidade não deixem de ser celebradas”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here