O Vitória de Guimarães emitiu um comunicado no qual confirmou o pedido de demissão de Tiago e que, admite, surpreendeu os dirigentes vimaranenses. Os minhotos afirmam que «a posição manifestada quebra um trabalho de largos meses entre a estrutura do futebol e o treinador», que se aventurava pela primeira vez como técnico principal.

Acrescenta o Vitória que «considerando que todas as decisões tomadas relativamente à equipa principal tiveram a participação e a concordância do técnico e que este sempre teve total autonomia para o exercício da sua liderança, entende a Administração que uma posição desta natureza, ainda no arranque da época e numa semana em que o treinador se encontra a frequentar o curso UEFA Pro, só pode ser recebida como uma manifestação de insegurança que é incompatível com o Vitória SC».

A administração está agora à procura de um novo treinador.

Eis o comunicado do Vitória Sport Clube:

A Vitória Sport Clube, Futebol SAD foi surpreendida, esta quinta-feira, com a decisão comunicada pelo treinador da equipa principal, Tiago Mendes, de terminar a sua ligação ao clube. 

A posição manifestada quebra um trabalho de largos meses entre a estrutura do futebol e o treinador escolhido pela Administração para a construção e preparação de um plantel que permitisse concretizar a política desportiva do Vitória SC e alcançar os objetivos traçados.

Considerando que todas as decisões tomadas relativamente à equipa principal tiveram a participação e a concordância do técnico e que este sempre teve total autonomia para o exercício da sua liderança, entende a Administração que uma posição desta natureza, ainda no arranque da época e numa semana em que o treinador se encontra a frequentar o curso UEFA Pro, só pode ser recebida como uma manifestação de insegurança que é incompatível com o Vitória SC.

Nesse sentido, será brevemente apresentada uma nova liderança técnica que se enquadre no projeto desportivo e permita a obtenção dos resultados ambicionados.

A Administração da Vitória SC, Futebol SAD