O vimaranense atinge, pela terceira vez, uma meia-final de um torneio ATP esta temporada.

O tenista português João Sousa, sétimo cabeça de série, apurou-se hoje para as meias-finais do torneio de Chengdu, na China, ao eliminar o tunisino Malek Jaziri, em três ‘sets’.

Perante o 63.º do mundo, João Sousa, 50.º, precisou de uma hora e 37 minutos para vencer por 6-1, 3-6 e 6-3, para atingir pela terceira vez uma meia-final de um torneio ATP esta temporada e pela 18.ª na carreira.

João Sousa entrou muito bem no encontro e chegou ao 5-0 no primeiro ‘set’, que fechou com um claro 6-1, numa partida em que Jaziri não dispôs de qualquer oportunidade para quebrar o serviço

No segundo parcial, o tunisino melhorou o seu jogo e acabou por quebrar o serviço a João Sousa no oitavo jogo, fechando logo de seguida o ‘set’, por 6-3.

O parcial decisivo foi atípico, com sete ‘breaks’ em nove jogos de serviço, sendo que João Sousa foi o único a conseguir manter o seu ‘saque’, por duas vezes, o que lhe permitiu vencer o encontro.

Nas meias-finais, o número um português, que tenta atingir a 11.ª final da carreira, vai defrontar o vencedor do encontro entre o australiano Bernard Tomic, 123.º do mundo, e o canadiano Felix Auger-Aliassime, 147.º.

Ainda hoje, João Sousa tenta atingir a final do torneio de pares, ao lado do argentino Guido Pella, defrontando o norte-americano Autin Krajicek e o indiano Jeevan Nedunchezhiyan.