TAP desmente lucros de 140 milhões de euros em 2022

A transportadora esclarece que os resultados divulgados pela comunicação social, que apontam para lucros entre 140 e 146 milhões de euros, não são verdadeiros e “não têm correspondência com as projeções existentes”.

ATAP veio desmentir as notícias que esta segunda-feira, 25, antecipam os lucros da companhia em 2022. O Correio da Manhã noticiou que a transportadora deveria registar lucros acima de 140 milhões de euros e a Sic Notícias avançou com uma previsão de 146 milhões de euros.

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a companhia, que sublinha serem públicas as “perspetivas de a TAP ter alcançado no ano passado uma das maiores receitas da sua história”, desmente os órgãos de comunicação social,. adiantando que “os valores avançados relativamente aos lucros da TAP no exercício findo a 31 de dezembro de 2022 não têm correspondência com as projeções existentes”.

A empresa gerida por Christine Ourmières-Widener esclarece que se encontram ainda “em curso os trabalhos de elaboração das demonstrações financeiras”, sendo que os resultados finais serão conhecidos no próximo mês de março. “Nesse momento a TAP assegurará a sua divulgação ao mercado através dos canais próprios, designadamente através do sistema de difusão de informação da CMVM e através do site da TAP”, adiantou ao regulador dos mercados.

Recorde-se que a TAP registou lucros de 111,3 milhões de euros no terceiro trimestre de 2022, e amealhou receitas 7,5% acima de 2019 entre julho e setembro, à boleia da recuperação do turismo da subida dos preços das tarifas. Tanto a presidente executiva da empresa pública como o governo têm reiterado o bom desempenho que a companhia irá registar no exercício de 2022.

O primeiro-ministro, António Costa, falou numa “boa surpresa” e o ministro das Finanças, Fernando Medida, garantiu que a TAP “tem superado largamente os objetivos do plano de reestruturação” antecipando “em alguns anos” os resultados esperados só em 2025.

Também a CEO, numa nota recentemente enviada aos trabalhadores, confirmou o cenário. “A TAP teve no ano passado uma das maiores receitas da sua história, depois de, no terceiro trimestre do ano, já ter registado o seu melhor resultado trimestral de sempre”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here