Covid-19: Sobe para 2362 o número de casos confirmados em Portugal. Há já 30 óbitos. País vai entrar fase de mitigação

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, confirmou em conferência de imprensa que há já 2362 casos do novo coronavírus em Portugal. O governante anunciou também 30 mortos e 22 recuperações da Covid-19, assim como a entrada do sistema de saúde português em fase de mitigação no dia 26 de março, próxima quinta-feira.

Segundo o boletim da DGS, o total de casos suspeitos (registados desde o início do ano) subiu para 2362 e o total de casos não confirmados é de 11329. Há 1783 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

Estes valores significam um aumento de 15%, somando-se mais 302 casos desde ontem, 23 de março.

Foram também registados mais sete mortos, avolumando o número de casos mortais para 30. A informação inicialmente dada pelo secretário de Estado da Saúde em conferência de imprensa a partir da sede da Direção-Geral da Saúde, entretanto corrigida pelo boletim, referiu-se a 29 casos.

O número de recuperações também aumentou para 22, somando-se mais oito casos de doentes que recuperaram da Covid-19. Quanto ao número de internamentos, de acordo com a DGS, mantém-se 203 pessoas internadas, 48 das quais em cuidados intensivos.

Neste momento há 11842 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.

A região Norte é a que regista mais casos, com 1130 casos confirmados, havendo também registo de nove óbitos e três recuperações. Segue-se a de Lisboa e Vale do Tejo com 852 casos, havendo oito óbitos registados e 11 recuperações.

A região Centro regista a maior mortandade, com 11 óbitos em 293 casos e oito recuperações. O Algarve tem 46 casos (um óbito) e o Alentejo tem seis casos.

Segundo o boletim, as regiões autónomas, os Açores têm 12 casos e registam o seu primeiro óbito. A Madeira tem 11 casos confirmados e num caso mortal. No entanto, a Autoridade de Saúde Regional dos Açores anunciou que o número de casos confirmados na região é de 17.

Há ainda a registar 11 casos de infeção no estrangeiro.

Entre os casos importados o registo é de 1 de Alemanha/Áustria (em investigação), 2 da Alemanha, 4 da Áustria, 2 de Andorra, 1 da Bélgica, 5 do Brasil, 1 da Dinamarca, 1 do Egipto, 3 dos Emirados Árabes Unidos, 44 de Espanha, 26 de França, 20 de Itália, 3 da Índia, 1 do Irão, 6 dos Países Baixos, 11 do Reino Unido e 11 da Suíça.

Se considerarmos as faixas etárias, há 24 casos até aos nove anos de idade, 65 casos entre os 10 e 19 anos, 278 casos entre os 20 e os 29 anos, 394 casos entre os 30 e 39 anos, 448 casos entre os 40 e os 49 anos, 423 casos entre os 50 e os 59 anos, 348 casos entre os 60 e os 69 anos, 214 casos entre os 70 e os 79 anos e 168 casos em pessoas com mais de 80 anos.

Ao todo, existem 1133 casos confirmados em pessoas do sexo masculino e 1229 casos em pessoas do sexo feminino.

“Foi ontem publicada a norma 4 de 2020, que altera o paradigma de abordagem do doente com suspeita ou infeção por Covid-19. Trata-se da preparação do sistema de saúde para uma nova fase, a fase de mitigação e que produzirá efeitos a partir das zero horas do dia 26 de março”, anunciou também Lacerda Sales.

O governante indicou que a norma “preconizará uma abordagem que implicará a criação de, pelo menos, uma área dedicada à Covid-19 em cada agrupamento dos centros de saúde”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here