Estudo revela que os condutores bracarenses passam em média 69 horas ‘presos’ no trânsito e perdem 572 euros por ano já os automobilistas do Porto passam 110 horas no trânsito durante a hora de ponta anualmente o que lhes custa 907 euros.

O tempo perdido no trânsito raramente é levado em consideração ao calcular as despesas. Ainda assim, o trânsito durante a hora de ponta custa combustível, tempo e produtividade. A equipa da Budget Direct fez alguns cálculos para descobrir o custo de ficar parado no trânsito durante a hora de ponta.

Esses cálculos seguem um modelo INRIX que leva em consideração as horas de produtividade perdidas e o custo do combustível. O estudo revela que os condutores do Porto gastam 907 euros por ano parados durante 110 horas de trânsito intenso. Isso torna a hora de ponta no Porto mais cara do que em Lisboa (€ 898).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here