Pai Natal Solidário. Receba uma carta e concretize o sonho de uma criança

Crianças em situação de risco são convidadas a escrever cartas ao Pai Natal, com os presentes que desejavam receber. Depois, qualquer pessoa pode apadrinhar uma destas cartas e concretizar o sonho de uma criança. Saiba como funciona a iniciativa de solidariedade social dos CTT.

O Pai Natal Solidário dos CTT – Correios de Portugal é uma iniciativa de solidariedade social que surpreende crianças em situação de risco, com até 12 anos, realizando os seus desejos de Natal. Na prática, as crianças escrevem os presentes que desejavam receber numa carta, que depois pode ser apadrinhada por qualquer pessoa que queira concretizar esse sonho. 

“As crianças são convidadas a escrever cartas ao Pai Natal, indicando os presentes que gostariam de receber. Qualquer pessoa pode concretizar o sonho de uma criança. Apenas terá de apadrinhar uma carta“, explicam os CTT. 

Os menores escrevem cartas ao Pai Natal com os presentes que desejam receber e, depois, “as responsáveis pelas instituições entregam as cartas nos CTT, que tratam de as colocar online e nas Lojas CTT para serem escolhidas”.

“Qualquer pessoa pode fazer com que o desejo de uma destas crianças se torne realidade e surpreendê-las no Natal. Para isso, apenas tem de apadrinhar uma das cartas que estão disponíveis durante os meses de novembro e dezembro“, explica a operadora de correios. 

Como ajudar em dois passos:

  1. Apadrinhar uma carta no site: “Basta selecionar a carta de uma criança e indicar o nome e o e-mail para fazer a reserva, guardando o número da carta”;
  2. Entregar o presente numa loja: “Depois entregue o presente numa Loja CTT, indicando o número da carta que reservou, no prazo de três dias úteis”.

“Por razões de proteção, tanto os dados pessoais dos padrinhos como das crianças das instituições só são conhecidos pelos CTT, garantindo assim a confidencialidade da informação e todo o processo de entrega dos presentes”, explicam os CTT. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here