Presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho faleceu no Hospital de São João do Porto

Joana Marques Vidal, ex-procuradora-geral da República e presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho, faleceu esta terça-feira aos 68 anos, no Hospital de São João do Porto, onde estava internada há várias semanas em coma, avançou a SIC.

Nascida em Coimbra em 1955, Joana Marques Vidal licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa, fez pós-graduação em Proteção de Menores pela Universidade de Coimbra e em Jornalismo Judiciário pela Universidade Lusófona de Lisboa. Exerceu o cargo de procuradora-geral da República entre 2012 e 2018 e foi representante do PGR no Ministério Público do Tribunal Constitucional de 2018 a 2021.

Ao longo da sua carreira, ocupou diversos cargos, incluindo a presidência da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, a vice-presidência da Associação Portuguesa para o Direito dos Menores e da Família – Crescer Ser, a presidência da assembleia-geral do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, e a direção-adjunta do Centro de Estudos Judiciários. Foi ainda vogal do Conselho Superior do Ministério Público e foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo pelo Presidente da República.

Joana Marques Vidal participou ativamente em comissões legislativas no âmbito do Direito da Família e dos Menores, destacando-se a sua contribuição nas alterações à Legislação da Adoção em 2003. Publicou diversos artigos e interveio em cursos superiores e conferências sobre temas como infância e juventude, vítimas de crime, violência doméstica, formação de magistrados, Estatuto do Ministério Público, corrupção e criminalidade económico-financeira.

https://www.facebook.com/photo?fbid=492528716505482&set=a.265031352588554

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here